>O que ando lendo

>Bom, tava sentindo falta de atualizar meu blog e meu flog, então hoje estou atualizando os dois. Por falta de assunto melhor, vou falar sobre o que ando lendo nas últimas semanas. São várias coisas, e todas a passo de cágado com preguiça.

De romance, estou relendo “O sobrinho do meu tio” (1855), do Joaquim Manuel de Macedo – sim, o mesmo autor de “A Moreninha”. Mas o livro que estou lendo nada tem a ver com a obra mais famosa dele. “O sobrinho (…)” é uma sátira política, em que o tal do sobrinho, ambicioso, tem como desejo ser deputado, a fim de não trabalhar e receber por isso. O tio impõe como condição para apoiar o sobrinho que ele viage pelo país com o dinheiro equivalente ao salário de um mês, um pangaré como montaria e a Constituição de 1824. O sobrinho aceita e o livro é o diário do sobrinho, em que o tal faz seus comentários cínicos a respeito de tudo que vê e que passa, relacionando com a política do país na década de 50 do século XIX. Além de ser hilário, chega a dar raiva, porque tem tanto político atual que se parece com esse tal sobrinho…
Esse livro tem continuação – “Memórias do sobrinho de meu tio” (1867-68), que comprei e ainda não li. Primeiro livro da minha lista de espera. Por ser a continuação e porque detesto comprar e não ler, parece que joguei meu dinheiro no lixo.

Bem, percebe-se pelos meus últimos posts que estou me dedicando a conhecer mais quadrinhos, seja a proveniência que for. No momento, estou lendo Hellsing (mangá sobre uma organização de caça-vampiros chamada Hellsing), Biblioteca Histórica Marvel X-men 1 (os 10 primeiros números dos X-men), a série “Cavaleiros das trevas”, do Batman (a primeira série, da década de 80, do Frank Miller), “os maiores clássicos do homem de ferro 1″(que comprei pra conhecer algo do homem de ferro, que não conhecia neca de pitibiriba, mas preferi os maiores clássicos do Hulk) e mais algumas webcomics. Ah, estou lendo Buda, do Osamu Tesuka (lindo lindo, eu adoro o Tesuka e tals).

E também tenho procurado me informar sobre a história das HQs, claro. Como pretendo usar como recurso em sala de aula, tenho que conhecer o recurso que vou usar, oras.Tentei ver uma série de pequenos programas que foi exibida no Futura sobre a história das HQs no Brasil, mas as minhas obrigações só me deixaram ver um episódio. E estou lendo agora uma série de 3 textos (aqui o primeiro e o segundo) sobre a história das hqs no Brasil que está no site da HQ Maniacs.

Dica do dia: usem o del.icio.us e sejam meus amiguinhos por lá para compartilharmos favoritos ^^. O que uso pra compartilhar é esse aqui. Não sabe o que é? Ah, Wikipedia ajuda. O site é em inglês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s