Últimas leituras

Antes de falar dos livros propriamente ditos, vou falar da mudança do Blogger pro WordPress. Não cheguei a testar direitinho todas as vantagens, mas o que eu percebi já gostei, então acho que fico por aqui. E nem parece que este é o primeiro post, porque importei os posts do Blogger: mas esse é o primeiro post no WordPress.

Então vamos a ele, um recaptula dos três últimos livros que li. Sim, falta disposição pra escrever um longo post sobre cada um. Mas falta tempo também, e já os li tem alguns dias, o que faria com que os posts separados não ficassem tão bons.  Fico chateada especialmente pela resenha do Senhor da Chuva, porque conheço a autora desde a minha adolescência. Vamos a eles então.

LivroPrimeiramente, o mais curto: Contos de Fadas de Perrault, Grimm, Andersen e outros. Pelo título, pode-se perceber que sim, são as histórias que ouvimos e lemos e vemos adaptações desde pequenos. A caixa da livraria até ficou surpresa quando eu disse que não é pra presente. Não mesmo, tenho fascínio por contos de fadas desde muito pequena, e o meu amor não diminuiu com os anos. Lógico que o primeiro público alvo são as crianças, mas mesmo adultos sem filhos podem comprar sem medo: com apresentação de Ana Maria Machado, em que fala sobre a importância dos contos de fadas e apresenta um breve histórico de sua assimilação no Ocidente como literatura, o livro oferece ainda mais. Cada “autor” conta com uma pequena biografia sobre si, o que já é plus para os adultos. As ilustrações são de clássicos da ilustração, o que faz uma apaixonada por ilustração, como eu, ficar muito feliz. Pra finalizar, os contos não são adaptados para ficarem politicamente corretos, ou parecidos com a versão Disney, (lindas mas pasteurizadas): são traduções dos originais, como recolhidos nos séculos XVIII e XIX junto à tradição popular. E tudo isso por um livro em formato de bolso (com preço acessível) e capa dura. Eu ficaria muito feliz se Perrault, Andersen e outros tivessem uma edição brasileira a altura: só conheço uma com contos recolhidos e recontados pelos irmãos Grimm.

Vamos então ao O Incrível Mundo do Senhor da Chuva, da querida Janda Montenegro.  O livro é bom, independente da minha amizade com a autora – acreditem. Narrando a história de um menino de sete anos, Janda nos premia com referências mil a nossas infâncias (adoro ver coisas como o nome de um lugar ser Onde o Vento faz a Curva), acrescentando um pitado de ambientalismo, outro de crítica social e aventura: eis a mistura muito bem realizada por ela. E a existência de ambientalismo e crítica social não fazem do livro aqueles guias politicamente corretos chatos e panfletários: esses elementos se misturam à história de uma forma deliciosamente divertida. Enfim, um infanto-juvenil muito divertido, que tem uma história jovem o suficiente para a faixa etária e com referências suficientes para adultos não apenas se divertirem com os acontecimentos em si, mas também ao relembrarmos muitas das histórias a nós contadas.

Por fim, Dragões de Éter: Caçadores de Bruxas, do Raphael Draccon. Confesso que a apresentação do livro não chamou muito a minha atenção – não a apresentação contida na própria edição: orelhas e contracapa. Mas algumas coisas me atraíram, e resolvi arriscar. Primeiro, é livro de fantasia e brasileiro – adorando fantasia como adoro, algum dia ia checar a produção nacional do gênero. Segundo, vi o autor falando sobre o seu processo de criação na Saraiva, e achei interessante. Terceiro, adoro livros que fazem referências a outras coisas: e o que não faltam são referências a cultura pop e a clássicos juvenis. E por último, o capítulo inicial, disponível naqueles livretos de amostragem: uma releitura (AMO RELEITURAS BEM FEITAS) de Chapeuzinho Vermelho. E não uma releitura qualquer, o sujeito tem uma narrativa que gruda a leitora (no caso, eu) no livro, eu comecei a ler e não parei enquanto não tinha terminado o meu exemplar. Fantástico, mesmo com vários momentos “pare e pense sobre isso”, mas de forma alguma piegas. Aventura de tirar o fôlego, com seu momento romance. E romance bem feito, sem grandes afetações mas que fazem as moças românticas (como eu) ficarem torcendo pelo casal. Resultado da leitura do primeiro livro: TENHO QUE LER O SEGUNDO. E o terceiro. E o que o sr. Raphael Draccon lançar 😀

Anúncios

4 comentários em “Últimas leituras

  1. Oi Alinde!

    Nossa, quase chorei com sua resenha. Sério mesmo, fiquei arrepiada como vc absorveu toda a intenção do livro sem eu ter que te falar nada! Muito obrigada pela leitura, querida! um beijo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s