Lendo antes de dormir

P1000240 Me preparando para dormir

 

Não estou aqui para dizer LEIAM ANTES DE DORMIR. Mas vou advogar pela causa. Tem feito muito bem a mim, e vou dizer como. Quem sabe não convenço um ou outro a tentar fazer da leitura antes de dormir um hábito?

Comecemos com a única contra-indicação de se ler antes de dormir. Se o livro for daqueles que prendem muito a atenção, é difícil fechar (ou desligar o kindle). O auto-controle tem que ser forte, muito forte, especialmente se o principal compromisso da manhã é estudar ou trabalhar em casa – e esse tipo de compromisso é bem recorrente pra mim. Mas nada que uma consciência não resolva.

A minha alternativa a ler é internerdar antes de dormir. O que tem que ser de preferência no celular, porque no laptop a luz tira o sono.  A pequena luz do abajour, aliás, é a ideal para mim neste momento pré-dormida. Não é nem forte demais pra me manter acordada por muito tempo e nem fraca demais pra me deixar com dor de cabeça pelo esforço da leitura.

Mas se o problema é luz, internerdo no celular e buenas, relaxei antes de dormir. Aí entra a questão que um livro é imbatível: o conteúdo. Internet é legal, pode-se ler coisas interessantes, interage-se com os amiguinhos. Mas no celular a navegação é bem limitada. E o formato do conteúdo também enjoa. Fotos e pequenas afirmações nas redes sociais, textos curtos e analíticos em blogs e fóruns. E é isso aí o que se oferece na rede.  Não dá nem para comparar com a imensidão de possibilidades de formas e conteúdos disponibilizadas em livros e em quadrinhos.

Essa variedade, aliás, é uma das coisas que me apaixonam na literatura. Tipos de história, se analisarmos estruturalmente, são relativamente poucos. O que me faz querer ler muito são as diferentes formas de se contar enredos similares. Duas histórias com enredos parecidos podem ser completamente dessemelhantes. Comparações sempre podem ser feitas. Seja pelos personagens, pela ambientação, ou mesmo pelo tipo de observação que cada autor imprime às suas obras.

A diversidade do mundo literário não é só responsável pela curiosidade, mas também pelo meu encantamento. Muitas vezes uma bela construção discursiva me faz melhorar meu humor só por estar lendo algo bonito. Adoro ver uma forma bem cons truída de dizer algo que penso. Ou ver no papel uma constatação de algo que já sabia, mas não conseguia exprimir. Ler uma história de um personagem que exemplifique uma crença. Faz muito bem a mim. Na solidão da leitura, me vejo acompanhada pelo escritor. E penso no que posso comentar posteriormente sobre o livro. E penso em relações com outros livros – literários ou não.

São tantas coisas a se pensar ao ler “apenas” um livro, ou um pequeno trecho que chegamos à ultima das vantagens de se ler antes de dormir. Esvazia-se a cabeça dos problemas cotidianos. Para ler, temos que nos concentrar nas letrinhas que estão à nossa frente, senão elas não fazem outra coisa além de dançar sem ganhar significado. Ao me concentrar, me transporto para outro lugar, outra vida que não a minha, outros problemas que não os meus. Posso pensar sobre vários aspectos da leitura, como acima assinalados, ou simplesmente ler uma história.  Ler me distrai, me relaxa, me deixa pronta para atravessar a noite da forma mais tranquila possível. E olha que sou uma pessoa bastante ansiosa.

Não sei se vou conseguir convencer alguém a tentar tornar a leitura antes de dormir um hábito. Não tenho tanta pretensão. Mas que eu gostaria, disso eu não tenho dúvidas. Tomara que algum leitor pense com carinho na sugestão e nos argumentos. E ainda tenho mais uma lembrança a fazer: para quem gosta mesmo de ler e por um motivo ou por outro não tem lido com frequencia, 10 páginas por dia antes de dormir não rouba grande tempo e ainda livra da sensação de que poderia estar lendo mais.

Anúncios

2 comentários em “Lendo antes de dormir

  1. “Muitas vezes uma bela construção discursiva me faz melhorar meu humor só por estar lendo algo bonito.” É bem por aí.

    E gostei quando você falou sobre a diversidade de personagens, mundos, sentimentos que a literatura nos proporciona.

    E, quanto ao ato da leitura antes de dormir, acho algo maravilhoso. Mas não sou parâmetro, né? Eu acho maravilhoso ler a qualquer hora e em qualquer lugar.

    Mas vou tentar dizer algo construtivo: tudo, EXATAMENTE TUDO, vai para o inconsciente. Então, que tal lermos algo bem gostoso antes de dormir para que o inconsciente, além de tudo o que assimila (nossos medos, nossas dúvidas, nossas culpas, entre outros), possa se deliciar?

    Curtir

  2. Desde criança tenho esse hábito e sou ferrenha defensora. A única contraindicação, como vc mesma admite, é o livro ser daqueles que prendem e acabem substituindo preciosas horas de sono. Mas sempre é por uma boa causa.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s