Hábitos de leitura #1: ler vários livros ao mesmo tempo

Tadinho do blog, tão abandonadinho. O último post foi em… maio!! Seis meses atrás. A meu favor, nunca disse que tenho constância na escrita. Eu tento, mas ainda não consegui. Vou lembrar mais do Yoda… “Do. Or do not. There is no try. “. Um dia consigo, e o blog deslancha.

Nessa tentativa 4346557356 (quem sabe não é dessa vez que ouço o Yoda), começo uma breve série de posts curtinhos sobre meus hábitos de leitura. Primeiramente então, fiquem com a foto que postei essa semana no Instagram: eis minhas leituras atuais.

15138496_10209374206890491_6897526575873242260_o

Isso mesmo: 5 livros (“Impérios na História” não conta muito por ser livro de consulta). Dois livros de contos, três romances. Uma loucura que tem seus pontos negativos e positivos. Uma loucura que já é minha habitual.

Como aspectos negativos, a questão da memória e o tempo de leitura. Minha memória é bem ruim, e ficar muito tempo sem ler um livro às vezes me obriga a buscar na internet a trama do mesmo até o ponto onde parei. Essa semana mesmo,com “Os miseráveis”, a Wikipedia me foi bem útil para lembrar alguns aspectos que eu tinha esquecido. E ficar muito tempo sem pegar num livro acontece de vez em quando se temos esse hábito. Fiquei meses sem ler o calhamaço do Victor Hugo, por exemplo. Sobre o tempo de leitura: ele aumenta exponencialmente. Dos três romances, dois estou lendo há meses. “Os miseráveis” desde março e “Tormenta de Espadas” desde julho. Vamos trocando de livro em livro, começando uns, abandonando outros,e voilà: as leituras ficam com tempo praticamente infinito de duração. O abandono acaba sendo um perigo ainda mais iminente: se tem tanto tempo que peguei o livro pela última vez, por que recomeçar? Já larguei uns livros assim. Poucos, mas…

Por outro lado, já li em alguns lugares diferentes que ler mais do que um livro ao mesmo tempo é um exercício para a memória. Sendo forçados a relembrar onde estava aquela trama quando paramos, estamos exercitando a mesma. O que pra mim é ótimo. Só não podemos exagerar: ficar meses sem tocar num mesmo livro acho que não ajuda. Mas como somos obrigados a relembrar diferenciando uma história da outra (ou umas histórias das outras, no meu caso), acho que faz sentido sim. O outro lado positivo é que adoro variar de histórias, e bom, ler três ao mesmo tempo é uma boa variação, além das diversas narrativas de contos. Estou entre o Rio de Janeiro do século XIX, a Rússia do século XIX, a França do século XIX, a Inglaterra do século XIX e Westeros (que é inspirada na Inglaterra do século XV). Ufa. Um pouquinho de variação. Só não estou mudando de século, quase tudo do XIX (esse ano estou BEM século XIX, na retrospectiva 2016 vão ver melhor). Não, não confundo. Como confundir militares no Cáucaso (conto atual do Tolstói) com Madeleine? A única coisa que têm em comum é o século em que foram escritos.

Entre aspectos positivos e negativos, vou lendo vários ao mesmo tempo. A minha necessidade de mudança constante de histórias é responsável por isso. E vou então me disciplinando para não abandonar nada e para manter tudo fresquinho na cabeça: o jeito é não deixar um livro muito tempo largado em detrimento de outros.

Anúncios

Um comentário em “Hábitos de leitura #1: ler vários livros ao mesmo tempo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s